domingo, 26 de dezembro de 2010

Banco Real

Porque será que é tão difícil falar com o “gerente pessoal” ? O Banco Real sempre diz em suas campanhas publicitárias que seus cliente tem “um gerente só pra você”. Parece até com a propaganda do Spoletto, “um chef de cozinha todo seu”.

Ambas as propagandas me parecem de mal gosto mas pelo menos o Spoletto cumpre o que diz.

O Banco Real me cobra R$38,00 de taxa de manutenção da minha conta por causa do serviço Van Gogh. Esse pacote de serviços realmente trás várias vantagens (e a desvantagem do preço) e promete um atendimento ainda MAIS pessoal.

Isso quer dizer que invés de você ficar na fila comum você vai pra uma sala com ar condicionado, cafezinho, biscoitos água-e-sal e um sofá pra ficar sentado vendo o canal Globo News (isso nas melhores agências) e resolve tudo lá.

Ah, além disso você também tem o “seu gerente”, que nunca está disponível para você no dia que você quer consultá-lo.

Como ainda não dá pra imprimir dinheiro em casa, eu esperava só precisar ir ao banco pra sacar em espécie. E não ter que depender de seres humanos pra mais nada em relação ao meu dinheiro. Infelizmente a fusão com o Santander ainda não me aproximou da Matrix o quanto eu desejava…

image

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Resenha do filme “Greenberg”

A sinopse do filme diz o seguinte:

Ben Stiller é Roger Greenberg, um solteirão de 40 e poucos anos que decide ficar sem trabalhar formalmente durante um tempo. Ele aceita mudar de cidade para tomar conta da casa de seu bem-sucedido irmão caçula enquanto este vai morar em Los Angeles temporariamente. Após a mudança, Greenberg tenta retomar contato com os antigos amigos, mas descobre que o tempo os mudou bastante. Então, ele conhece Florence, assistente do seu irmão e aspirante a cantora que, assim como ele, também se sente perdida. Juntos, os dois vivem as imprevisibilidades, dores e delícias do amor nos tempos atuais.

Essa é a minha sinopse:

Se você assistiu e achou ruim: Garota da Vitrine, Anaconda 3, Gamer,  Balada do Pistoleiro 2; prepare-se para ver um filme PIOR QUE TODOS ESSES JUNTOS. Se você acha que Ben Stiller fez uns filmes ruins, prepare-se pra algo BEM pior.
Greenberg é um filme que não empolga em NENHUM MOMENTO de sua história.
Ben Stiller é um solteirão escroto que destrata todo mundo, de uma forma não-comica, e tem problemas psicológicos. Vê o bosta que se tornou enquanto seus amigos formaram família e avançaram em suas carreiras. Tem a sorte de ter um relacionamento com a assistente de seu irmão, a qual destrata o filme todo. Quando parece que o filme vai ficar bom, ele acaba… Mesmo as cenas de nudez, totalmente gratuitas, não salvam o filme. Chato, chato, chato.

image

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Retinoblastoma

Por que não vi isso na TV ?

Campanha pela divulgação dos sintomas do cancer de olho
Related Posts with Thumbnails